domingo, 22 de abril de 2012

Mulher

Cadê minha mulher de areia
que escorre quando a tento pegar?
Fictícia, talvez sereia
que me encanta com o seu cantar.

Me arde os olhos quando me olha,
me seca a boca quando me beija.
Me pesa quando se molha,
me ama ou o que quer que seja.

Se funde com o gosto do sal
e me mergulha em harmonia.
Não se sinta mal
quando a água não estiver mais fria.

Me esquenta com sua voz
enquanto me possuo pelo seu desejo.
Adoro quando estamos à sós,
mas ainda tenho medo do seu beijo.


Autor: Lucas Braga

sábado, 21 de abril de 2012

Me passa o tempo devagar

Sinto saudade de sua voz,
de momentos que tínhamos à sós...
De sua amizade, familiares,
das risadas de seus avós.

Seu abraço que me esquentava,
dos beijos que me apaixonava,
das frases que me dizia,
do amor que você me dava...

E que falta me faz viver,
querer me apaixonar e não te ter,
sentir seu perfume no ar
e não encontrar você.

É muito tempo sozinho
sem alguém para me dar carinho.
Espero o amanhã chegar,
mas o tempo passa tão devagarinho...


Autor: Lucas Braga

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Sentidos

Meus sentidos não fazem mais sentido SEM TI DO meu lado.


Autor: Lucas Braga

domingo, 8 de abril de 2012

Pela ponte

Passo pela ponte todos os dias
e todos os dias eu a vejo.
O mistério de minhas poesias,
a vontade do meu desejo.

Ela, dos olhos sublimes e claros,
me possui com o olhar
quando me encontra em momentos raros
sempre que estou a me aproximar.

Da pele morena e encantadora,
dos cabelos que me encantam com o vento.
Do perfume e da boca sedutora,
a criadora de tal sentimento.

E se me dói a despedida
calada e sem existir,
devo estar com uma ferida
que já não consigo sentir.


Autor: Lucas Braga

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Bom dia diário

Seu charme me chama ao acordar,
me dá bom dia e me beija o rosto.
Quero outra chance para me lembrar
de seu perfume, de seu gosto.

E quando me abandona em solidão,
sem forças para te procurar,
me dói o peito, já sem coração
porque, o mesmo, fiz questão de te dar.

Sinta, então, saudades do que vem.
Sinta meus pensamentos sobre você.
Quero seu sorriso que me faz bem
me dando bom dia quando me vê.


Autor: Lucas Braga

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Frase II

Nada mais sóbrio do que um poeta bêbado.


Autor: Lucas Braga